Cérebro representando a maturidade digital com a consciência

Abordamos anteriormente aqui no blog a transformação digital e o pensamento exponencial. Estes dois conceitos têm influenciado muito a vida das empresas, tanto no cenário de inovação quanto no de evolução tecnológica em grande escala.

Mas para absorver novas demandas, ferramentas e acompanhar as tecnologias do mercado é preciso alcançar a “Maturidade Digital”.

Você já ouviu falar neste termo? Sabe o que é?

Nesta postagem, explicaremos tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Maturidade Digital X Transformação Digital: Você sabe a diferença?

Interrogação demonstrando a dúvida que diferencia a transformação digital com a maturidade digital.

Estes termos possuem significados diferentes. Entretanto, andam em paralelo nas empresas. Digamos que eles se completam para impulsionar e aprimorar a performance dos colaboradores e os resultados da companhia.

Mas, afinal. O que é a transformação digital?

A transformação digital implica em aproximar e integrar as operações de trabalho e o capital humano em processos digitais (e vice-versa), para obter mais economia, compliance, governança e colaboração. Para que isso aconteça da melhor forma possível, a empresa precisa incorporar a tecnologia como centro da estratégia.

Em 2018, a Delloite publicou um estudo que revelou que 85% dos líderes das empresas acreditam que o digital é importante para o sucesso do negócio.

Algumas pesquisas feitas no exterior apontam que as empresas que tratam a transformação digital como uma oportunidade têm cerca de 26% a mais de lucro que as concorrentes.

Por mais que estes dados apontem a eficiência da revolução digital, o grande desafio está na implementação e adesão por parte dos gestores e colaboradores da empresa.

É neste momento que entra a maturidade digital.

Você sabe o que significa?

O termo é utilizado para descrever o quão adaptada está uma organização para competir em um ambiente cada vez mais digital, tecnológico e conectado.

Um local de trabalho digitalmente maduro é aquele que tem as tecnologias certas para digitalizar e automatizar os processos, e ainda sabe extrair o melhor das ferramentas para otimizar as operações.

Portanto, a maturidade vai além da simples implementação de novas ferramentas tecnológicas.

Ela traduz o nível de preparo da companhia, o quanto ela consegue alinhar a estratégia, a força de trabalho, a cultura e os recursos da organização para atender às expectativas digitais dos clientes, funcionários e parceiros.

Este é um processo contínuo e duradouro, pois o mundo se mantém em constante evolução.

Como anda a maturidade digital no Brasil?

Mapa digital do Brasil com conexões virtuais entre os estados

Recentemente, uma pesquisa realizada pela ESPM, em parceria com a Colleman Parkes Research, apontou que apenas 31% das empresas brasileiras podem ser consideradas maduras no âmbito digital.

O estudo mostra que as empresa presentes no país se encontram em níveis diferentes de implantação digital e, por consequência, não possuem um índice satisfatório de maturidade.

Fica nítido que há um longo caminho a ser percorrido, mas com os avanços tecnológicos e muito estudo esta evolução certamente acontecerá em pouco tempo.

Entretanto, essa transformação não pode se limitar apenas aos líderes. Uma empresa que busca a maturidade digital deve integrar todos os colaboradores, de todos os setores.

Esta caminhada já começou, mas não podemos dizer se alguma já alcançou plenamente essa condição.

E sua empresa? Ela já entende a importância da transformação digital? Qual o nível de maturidade em que ela se encontra?

Conte para a gente nos comentários. 😊