Reframing: 4 passos para aplicar o conceito no dia a dia

Ressignificar acontecimentos, em um mundo onde as coisas acontecem de forma rápida e disruptiva, é essencial. Mas o que precisamos fazer para enraizar esta prática em nosso mindset?

Reframing: aprendendo a ressignificar acontecimentos” foi uma das palestras apresentadas no ME B2B Summit 2019, pelo CEO da Inova Consulting e Orador TEDx, Luis Rasquilha. Esta técnica está sendo bastante utilizada pelas pessoas que já sofrem as consequências do cenário atual e se sentem constantemente preocupadas com as transformações digitais e tecnologias 4.0.

Acompanhe agora os principais insights sobre esta técnica e comece a utilizá-la em seu dia a dia pessoal e profissional.

 

Reframing: o que é?

Reframing: o que é?

Ao longo de nossas vidas, vivenciamos inúmeras situações e algumas delas, eventualmente, podem ferir nossos valores. Desta forma, tendemos a interpretá-las como acontecimentos negativos.

É muito comum remoer os momentos ruins, mas, se ficarmos pensando apenas no problema e em como as coisas poderiam ter acontecido de maneira diferente, o final da história é ficar cada vez mais chateado e frustrado.

Quando isso acontece é hora de parar e pensar. A ação de ficar remoendo não ajuda em nada e é neste momento que entra o método de ressignificação, também conhecido como reframing. Ressignificar traduz a capacidade que nós temos de encarar de forma simples os acontecimentos que, antes, pareciam muito complicados.

É o ato de dar outro sentido àquilo que já está enraizado em nosso backup de valores e crenças. Esta ação, além de nos ajudar a seguir em frente, traz equilíbrio emocional e permite encarar os problemas de forma mais segura, aumentando as chances de ter sucesso e satisfação, tanto na vida pessoal quanto na profissional.

 

Por que o reframing é importante?

 

Por que o reframing é importante?

Atualmente, estamos vivendo a maior transformação da história da humanidade. Diariamente somos impactados com novas tecnologias, o que exige de nós flexibilidade e maneiras diferentes de atuar frente ao mercado.

Em tempos de tantas mudanças, muitas vezes, o pessimismo ganha força. É comum pensar que estamos vivendo tempos difíceis no mercado de trabalho e que nossos empregos estão com os dias contados na era da digitalização em massa.

reframing, aplicado no mundo dos negócios, mostra que a tecnologia chega para potencializar a força humana e tornar nossos trabalhos muito mais estratégicos e assertivos.

 

4 passos para aplicar o Reframing no dia a dia

Para ressignificar, você deve escolher um evento muito significativo para você e, quando as coisas saírem de forma inesperada, buscar o lado positivo da situação para investir mais energia e atenção.

Veja abaixo os 4 passos para conseguir ressignificar os acontecimentos com sucesso:

Passo 1 :
Determinar os conhecimentos, crenças e objetivos sobre o futuro.

Passo 2:
Mapear as transformações e cenários de mudança, e priorizar os mais importantes de acordo com a probabilidade, impacto e tempo.

Passo 3:
Debater os cenários, escolher os caminhos e definir as apostas estratégicas futuras, focando a atuação na visão futura (Future View), abandonando as visões passada e presente.

Passo 4:
Construir o novo Frame (ReFrame) de atuação suportado pelo conhecimento, crenças e objetivos ajustando as apostas e o caminho futuro.

 

Sobre Luis Rasquilha

CEO da Inova Consulting e da Inova Business School. É formado em Disruptive Strategy (Harvard) e Criatividade e Design Thinking (Stanford). Segundo a Gama Academy, um dos 50 profissionais que todo mundo deveria seguir. Luis também é orador do TEDx e autor de 18 livros sobre marketing, tendências e inovações.