A transformação digital está mudando o rumo das organizações

Diante de um cenário cada vez mais dependente da tecnologia, é fundamental que as empresas estejam preparadas para a transformação digital em curso.

Transformar é um assunto sempre em discussão entre empresas de todos os portes. A diferença é que, no momento atual, as mudanças nas corporações estão tendo início na área de TI. Afinal, essa é a esfera tecnológica de qualquer instituição.

A pressa para estar alinhado com a tecnologia atual tem um motivo: as organizações que não estiverem ambientadas às inovações ficarão para trás em termos de competitividade.

Mas afinal, o que é a transformação digital?

Antes de mais nada, entenda que o conceito de transformação digital se resume à transição de um modelo de negócios baseado no “mundo físico” para o “mundo digital”.

Pode até parecer óbvio, é verdade, mas essa transformação vai além da automatização de processos, pois reflete diretamente na experiência dos clientes em relação aos produtos e serviços de uma companhia.

Na prática, isso quer dizer que as empresas usam cada vez mais a tecnologia para interagir com os consumidores e com seus colaboradores. Como consequência, novos modelos de gestão serão desenvolvidos com base nas inovações que ainda estão por vir.

Hoje, a transformação digital é vista mais claramente na infraestrutura do negócio, sendo impactada pelo uso de recursos como big data, cloud computing, desenvolvimento de aplicativos móveis etc.

Como iniciar a transformação digital?

Conforme mencionamos no início do artigo, a transformação digital deve começar pela área de TI justamente por esse ser o campo que cuida da tecnologia nas organizações. Sendo assim, considere o setor de TI como o braço de inovação do negócio, que contribui para o aprimoramento de suas operações.

Outro ponto é que tecnologias como Internet das Coisas (IoT), assistentes virtuais e impressoras 3D não devem ser olhadas como engenharias futuristas, mas sim como ferramentas que já estão à disposição.

É importante compreender que a tecnologia tradicional e a tecnologia digital têm características distintas. Logo, elas não devem ser incorporadas ou unidas.

Por isso, a proposta do TI bimodal é uma ideia a ser levada em consideração, já que, assim, cria-se um ambiente em que as duas trabalham em harmonia, facilitando a gestão organizacional como um todo.

É preciso deixar claro, no entanto, que a transformação digital será completa somente quando as empresas entenderem que ela se trata de uma mudança cultural. E seu foco é o aumento da proposta de valor para o consumidor.

Quais são os benefícios da transformação digital?

1. Maior eficiência

Você sabe quais dos seus atuais processos estão prejudicando a eficiência da sua empresa? Para alguns, pode ser a falta de comunicação entre setores, o que acaba gerando a um cruzamento falho das informações.

Nesse caso, um software de ERP resolverá seu problema. Essa solução traz todos os processos para um mesmo lugar, facilitando assim a gestão dos procedimentos operacionais.

Para outros, porém, o problema pode estar relacionado ao departamento de compras. Aqui, um software de SRM pode otimizar o setor, pois essa tecnologia servirá para organizar os fornecedores de acordo com suas exigências, produtos ou serviços de uso interna.

Um bom SRM diminui os custos de produção e garante a melhor qualidade dos serviços. Com isso, é possível, inclusive, que a empresa reduza o preço final ao consumidor, conquistando mais competitividade frente à concorrência.

Para entender melhor, esse recurso permite:

Com um acompanhamento mais profundo como esse, a tomada de decisões em relação à troca ou não dos fornecedores se torna mais fácil. Isso porque o sucesso de uma organização não depende somente dos clientes, mas também da escolha de quem fornece o necessário para a realização das atividades.

2. Clientes mais satisfeitos

O simples fato de que os compradores estão, a cada dia, mais conectados à internet e em seus smartphones faz com que as empresas tenham que estar sempre conectadas.

Um estudo do Sebrae-SP e da Fundação Seade realizado em dezembro de 2017revelou que apenas 34,2% das micro e pequenas empresas do estado de São Paulo divulgam produtos e serviços na web.

Em vista disso, ter uma presença mobile que permita que o seu público adquira um produto ou até mesmo interaja com o seu negócio é uma obrigação no mundo atual.

E a transformação digital, como já foi falado, é a chave para criar valor para as empresas. Por isso, tornar seu produto ou serviço disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, colocará o seu negócio à frente dos concorrentes.

3. Vantagem competitiva

Vale ressaltar a vantagem competitiva que a transformação digital proporciona às organizações.

A criação de novos produtos, o aperfeiçoamento dos procedimentos internos, o aumento da produtividade, a redução de custos e a satisfação dos clientes e colaboradores são alguns aspectos que essa metamorfose organizacional traz para as empresas.

Nos próximos anos, será perceptível a corrida pela maturidade digital. Para o executivo chefe da Mastercard, o indiano Ajay Banga, não existem outras alternativas além de transformar ou morrer.

O mundo digital já é uma realidade. Por isso, é essencial estar por dentro das novidades se você realmente quiser se diferenciar no seu mercado de atuação.

A transformação digital revolucionou a maior parte das indústrias e fará o mesmo com praticamente todos os segmentos existentes, seja na forma como os indivíduos trabalham e operam ou na maneira como os processos são executados.

Porém, é importante considerar as novas funções que surgirão a partir desse novo movimento. E então, você está preparado para essa transformação?