O ME B2B Summit 2019, que aconteceu no dia 19/09, trouxe à tona muitos assuntos importantes para refletir sobre o futuro do mercado de trabalho e da humanidade, após mais uma revolução industrial e tecnológica.

O assunto “Movimento pendular da inovação: o que será valioso e o que vai sobrar para o ser humano fazer”, apresentado pelo palestrante Arthur Igreja, foi o tema de abertura do evento e você poderá acompanhar, agora, aqui no Blog do ME, os principais insights.

 A transformação digital e as novas tecnologias

No mercado atual, é comum ouvir que as tecnologias estão ameaçando o emprego das pessoas. E isto está longe de ser verdade. Segundo Arthur Igreja, toda vez que acontece um grande movimento de tecnologia, surge também uma série de oportunidades que, normalmente, ninguém está olhando.

As pessoas se preocupam tanto com os possíveis danos que a tecnologia pode causar no mercado de trabalho, que esquecem de ter uma visão holística e otimista das novas chances que estão surgindo a todo momento.

A primeira palestra do evento fez um convite para todos começarem a olhar além do susto e do hype da tecnologia.

Arthur deixou claro que precisamos ter um ponto de vista fora do comum, a fim de entender como usufruir melhor deste momento e das novas ferramentas.

 

Velocidade + Tempo: inovações feitas no momento certo

É fato que as tecnologias evoluem de maneira exponencial. Porém, você já reparou que as inovações surgem a todo momento, mas que nem todas vão para frente? O motivo? A inovação anda lado a lado com a sociedade e com sua capacidade de aceitar novas disrupções.

Um exemplo claro é o tablet criado pela Apple, o famoso iPad. Você sabe o ano em que ele foi desenvolvido? 1993! O aparelho já tinha tela sensível ao toque e algumas funcionalidades que não eram comuns para a época. A inovação não teve aderência no mercado, pois as pessoas não estavam preparadas para aceitá-la, tanto que muitas nem ouviram falar sobre o produto.

22 anos depois, em 2015, lançaram uma outra versão do aparelho que, atualmente, é uma das grandes fontes de renda da Apple.

Isso mostra que é necessário ter ciência da maturidade das pessoas em receber a tecnologia, se o meio em que vivemos permite que ela seja utilizada e o quanto os usuários irão se beneficiar com seu uso.

Mais importante que inovar, é identificar o tempo da mudança, e o momento certo para apresentá-la ao mercado e à sociedade.

 

 O que é o movimento pendular da inovação?

Na contramão das tecnologias surge o conceito de movimento pendular da inovação. Uma tendência que faz com que coisas, não tão inovadoras assim, fiquem na moda outra vez.

Ou seja, ideias avessas à modernidade também acabam sendo valorizadas, à medida que novas tecnologias aparecem. No mundo pós-digital, as pessoas passam tanto tempo conectadas que, agora, dão mais valor aos momentos onde podem se desplugar e reviver antigos costumes.

Você já parou para analisar o movimento do Cross Fit? Ele é o exemplo perfeito para o movimento pendular da inovação. A prática utiliza uma série de equipamentos rústicos, tais como pneu de trator, cordas, pesos, caixas e vários outros objetos. Este modelo de atividade explora a força física, se assemelhando muito ao trabalho dos anos 60 nas fábricas.

Mas aí fica a pergunta. Por que as pessoas pagam e se sujeitam a voltar algumas décadas atrás? A reposta é que ao mesmo tempo que as tecnologias ajudam o nosso dia a dia, nós sentimos falta do mundo antigo, do trabalho braçal e do esforço, e acabamos pagando pela experiência em poder reviver tudo isso.

Segundo Arthur, no futuro, será valorizado tudo aquilo que não pode ser digitalizado. Quanto mais humano for o aspecto desenvolvido pelo profissional, mais valioso será.

 

O papel das empresas é melhorar o atendimento e facilitar os processos para os clientes

As palavras “poupar tempo” e “sucesso” nunca foram tão comentadas como são hoje em dia. Em contrapartida, muitas empresas falam de inovação, porém ainda insistem em manter processos burocráticos e engessados.

É simples: para inovar, é necessário viver e entregar o que 2019 oferece. Pratique a digitalização e facilite o atendimento ao cliente. As pessoas estão cansadas de assinar papéis e escrever documentos. As empresas precisam otimizar o relacionamento, retirar as burocracias do dia a dia para que sobre tempo para se relacionar melhor com os consumidores.

As máquinas estão surgindo para cuidar das partes chatas dos processos, enquanto os profissionais ficarão responsáveis por cuidar da parte humanizada.

 

Return on Experience: o novo conceito da transformação digital

Arthur também comentou sobre um novo conceito que está surgindo no mercado, o “Return on Experience”.

A ideia por trás disso é fazer mais negócios, cuidar da experiência do cliente, oferecer uma jornada fluída, onde seja possível encontrar um ambiente inovador dentro da empresa. Algo que agrade e agregue durante a caminhada do usuário / consumidor.

Enquanto está todo mundo focado nas redes sociais, o dinheiro nunca está na comoditização de alguma coisa, você sempre vai encontrá-lo no lado oposto das comodities.

Para Arthur Igreja, grandes negócios são feitos por pessoas, para pessoas e com pessoas. As empresas precisam combinar o melhor da tecnologia para resolver o pior da burocracia e, assim, sobrar tempo para os profissionais tratarem as relações da forma mais humana possível.

E é daí que vem o conceito do movimento pendular: quando o pêndulo está indo e diz “vamos eliminar pessoas e digitalizar tudo”, ele corre para o outro lado e relembra as coisas raras, que que é olhar no olho de alguém e convidar para tomar um café.

 

Sobre Arthur Igreja

Arthur é um dos A’s da plataforma AAA (com Ricardo Amorim e Allan Costa). Palestrante em mais de 120 eventos por ano como Rock in Rio Academy e TEDx Brasil, EUA, Europa e América do Sul. É também conselheiro da Fundação Grupo O Boticário.

 

Esta é apenas a primeira postagem de uma série de textos que faremos sobre o ME B2B Summit 2019. Se você gostou, assine nossa newsletter  e fique por dentro de todos os temas relacionados ao evento referência em comércio eletrônico entre empresas!

Até a próxima! 😊