Especialista em vendas previsíveis passa a fazer parte do time ME

Reforço de peso chegando para completar o time ME

O Mercado Eletrônico ganhou mais um nome de peso em seu quadro de colaboradores. Especializado no conceito de Receita Previsível (Predictable Revenue), a máquina de vendas que levou diversas empresas a aumentar seu faturamento, Bruno Beneduzzi assumiu o cargo de gerente comercial da área de vendas com o desafio de avaliar e reestruturar o departamento.

A metodologia criada pelo norte-americano Aaron Ross tem alavancado as vendas de diversas organizações do Vale do Silício e ao redor do globo. Baseada na previsibilidade da receita, esse sistema propõe um modelo de crescimento exponencial e escalável.

Para Beneduzzi, a nova empreitada traz oportunidades para o ME e também para o seu desenvolvimento profissional. “Tenho certeza de que junto com o time que o ME já tem, nos tornaremos uma das melhores máquinas de vendas do Brasil”, afirmou. “No Mercado Eletrônico, a implementação dessa metodologia permitirá escalar nossas vendas de forma exponencial”.

Com mais de 17 anos de experiência na área de vendas, Beneduzzi é formado em Administração e tem dois MBAs, um pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e outro pela Faculdade de Informática e Administração Paulista (FIAP). Beneduzzi atualmente é um dos trainers da Universidade Previsível (Predictable Univesity) do Aaron Ross e já implementou a metodologia em diversas empresas nos segmentos de logística, automotivo e tecnologia.

Saiba mais sobre a metodologia de vendas previsíveis

Aaron Ross, executivo responsável pela criação da metodologia em 2002, buscava maneiras inovadoras para prever oportunidades e receitas de vendas. Ele passou a aplicar uma nova abordagem de prospecção no time de vendas da Salesforce, empresa onde atuava na época, com conceitos de marketing inbound e outbound.

De uma forma geral, tanto o mercado B2C quanto o B2B tiveram que se adaptar nos últimos anos ao novo comportamento dos compradores, o que fez com que Ross acreditasse que a melhor forma de aumentar as vendas não era expandindo o número de vendedores, mas sim aperfeiçoando a forma como se vende, a partir de uma análise estratégica do desenvolvimento do processo de vendas dentro das companhias.

Na proposta de Ross, os fluxos digitais que democratizaram os processos de busca de fornecedores nas empresas podem ser usados pelas organizações para repensar suas estratégias de engajamento de clientes, o que serve também para estarem alinhadas a nova maneira de enxergar as compras.

Segundo ele, as organizações devem adotar atributos do processo de marketing para prever a quantidade de encontros e reuniões necessárias para atingir a meta de crescimento.

Com o desenvolvimento e aplicação do método, Ross conseguiu adicionar U$100 milhões à receita da empresa em apenas alguns anos graças ao seu método de prospecção.

Fonte: E-Commerce News, Inforchannel, Canal Executivo e TI Bahia.

Quer ficar por dentro do universo das compras corporativas? Assine a nossa newsletter e receba sempre o melhor conteúdo sobre o mercado B2B.

Aproveite e fique por dentro das vagas do ME.