gestão de riscos e de fornecedores em palestra da FIA

Riscos inerentes aos negócios e metodologias usadas para gestão de fornecedores foram os principais temas apresentados na palestra gratuita promovida pela Fundação Instituto de Administração (FIA), com apoio do Mercado Eletrônico, em sua sede em São Paulo.

Ministrada no dia 8/3 por Fábio Cerquinho, engenheiro de produção e doutorado pelo IESE Business School (Barcelona), e Alexandre Rangel, economista com cursos em Gestão de Riscos e Governança pela Universidade Deloitte (EUA), a palestra foi moderada por Marcelo Pereira, diretor de gestão de fornecedores do Mercado Eletrônico, e reuniu cerca de 200 interessados.

Na ocasião, uma pesquisa revelou um crescimento no número de eventos negativos que afetaram as empresas do setor de Supply Chain nos últimos anos. Os profissionais fizeram um alerta para a importância de manter uma cartela diversa de fornecedores, aproveitando o exemplo do prejuízo de US$195 milhões que uma empresa automotiva teve por conta de um incêndio na fábrica de seu único fornecedor.

Por conta do incidente, a empresa deixou de produzir 14 mil carros por dia e teve sua produção paralisada por depender de um componente com preço de US$3 para produzir seus automóveis.

De acordo com os profissionais, surpresas como essas abalam o fluxo normal da cadeia de suprimentos e acabam por expor as empresas a riscos operacionais e financeiros indesejáveis.

Por outro lado, algumas empresas podem suprir as lacunas do mercado quando existe planejamento e visão estratégica de negócios. O case de sucesso escolhido por Cerquinho e Rangel foi o de uma gigante da computação, que conseguir ver além das outras.

Em 2002, 10 mil trabalhadores sindicalizados entraram em greve e paralisaram todos os portos da Costa Oeste norte-americana durante 10 dias. Enquanto a maioria das empresas perdiam bilhões com a paralisação, o planejamento da fabricante de software garantiu o sucesso da gestão da crise e a conquista de mais uma fatia do mercado, cujas empresas estavam paradas.

Métricas de performance em operações, metas de compras, a complexidade da
cadeia de suprimentos e diferentes tipos de fornecedor também foram discutidos durante a palestra. Para quem tem interesse em saber esses e outros assuntos, a FIA promove o curso Administração Estratégica na Área de Compras, uma oportunidade para profissionais desenvolverem a liderança e entrarem em contato com as melhores estratégias de compras 4.0.

Para mais informações sobre o curso, clique aqui. Aproveite o desconto de 10% do Mercado Eletrônico e participe!