Saber calcular o lead time traz diversas vantagens para as empresas

Você já ouviu falar sobre lead timeO tempo de espera usado para calcular tempos de processos foi o tema escolhido para o artigo de Alexandre Moreno, diretor de serviços do Mercado Eletrônico, que repercutiu nos portais CIO e InforChannel.

Mensurar o tempo de conversão de uma requisição em pedido e calcular o tempo total entre o pedido e a entrega do produto pode trazer diversos benefícios para as operações de qualquer empresa, como pode ainda refletir em departamentos diversos como o atendimento ao cliente.

Por conta disso, Moreno recomenda um bom planejamento estratégico de compras para reduzir impactos por atrasos. Ao citar um exemplo corriqueiro nas indústrias, o diretor de serviços salienta que conhecer tempos de processos, planejar adequadamente as necessidades e ter uma área de compras atuante com SLAs (Service Level Agreement, Acordo de Nível de Serviço, em português) firmados é fundamental para reduzir riscos de abastecimento e funcionamento da empresa.

Somam-se a essa conta a negociação de cotações, preços, prazos e a forma de entrega, aprovação do pedido e outros itens como inspeção, faturamento e transporte, que consomem um tempo considerável. Isso sem falar que, em alguns casos, um produto ou peça, ainda terá que ser fabricado, fazendo com que a espera seja ainda maior.

No entanto, para calcular corretamente o lead time é preciso elaborar uma lista com as necessidades de consumo da empresa, criar um documento com todos os itens (matérias-primas e produtos). Moreno cita ainda outros fatores que podem influenciar o lead time, como por exemplo, a gestão de fornecedores , um ponto crucial na cadeia de suprimentos, já que um fornecedor com problemas ou que não tem expertise necessária pode causar impactos negativos no lead time.

Saiba quais são os outros quesitos com influência direta para o lead time nas compras das empresas no portal CIO e InforChannel.

Leia também sobre como calcular o lead time em compras, no artigo escrito por Mascos Roig, gerente comercial do Mercado Eletrônico.