Primeira edição dos jogos solidarios de inverno é um sucesso de arrecadação

A primeira edição dos Jogos Solidários de Inverno do Mercado Eletrônico cumpriu com a sua missão: a de ajudar a quem mais precisa. O sucesso da ação foi tão grande que foi preciso contratar um caminhão para levar mais de 3 mil doações até a entidade União Espírita em Busca da Paz, em Santo André, na região da Grande São Paulo.

Desde 2004, o ME ajuda a aquecer corações nas estações mais frias com a sua Campanha do Agasalho, uma iniciativa do “Corações em Ação”, time composto por colaboradores voluntários da empresa. Mas em 2018, o ME quis inovar, conforme foi apresentado durante a Reunião Trimestral. “Quisemos fazer algo diferente e buscamos mobilizar os colaboradores para aumentar a adesão ao programa e o número de participantes. Depois dessa gincana, tudo indica que estamos no caminho certo”, contou Adriana Oliveira, gerente de RH do Mercado Eletrônico.

Para este ano, o grupo se dividiu em seis equipes de arrecadação, que juntos reuniram 3.246 itens diversos, como cobertores, roupas, calçados e produtos alimentícios. Além de participar da distribuição dos itens, os voluntários do ME puderam provar a sopa, oferecida pela entidade aos moradores em situação de rua.

O time que arrecadou mais itens foi premiado com um troféu dos Jogos Solidários de 2018. Os colaboradores da equipe Verde levaram o prêmio para casa. São eles: Aguinaldo Castro, Danillo de Oliveira, Fernanda Silva, Lucas Rodrigues, Luis Pesqueira, Olavo Scomparim, Rafael Magalhães, Ramon Cavalcanti, Renato de Souza e Veronica Corado.

No ranking individual, a colaboradora que mais arrecadou itens para doação foi Bianca Nascimento, com 374 artigos. “Reuni coisas em casa com a minha irmã, minha mãe pediu no trabalho, uma vizinha colaborou e fui pedindo nas redes sociais e os amigos foram ajudando. Aos poucos tinha até gente que eu não conheço contribuindo”, contou. “Tive que fazer duas viagens de carro e mais uma viagem de ônibus cheia de coisas. As pessoas olhavam um pouco feio, mas deu tudo certo”.

Na sequência, Adriana Oliveira, conquistou o segundo lugar, com 373 peças, entre elas, 10 cestas básicas e mil reais em cobertores. “Quem me ajudou foi o Carlos, meu marido. Ele trabalha com vendas de imóveis e colocou como meta fazer uma doação a cada venda que ele fizesse. Devo isso a ele”, afirmou. “Outro fator que me moveu a arrecadar donativos foi o fato de ter conhecido a instituição de perto, o que mexeu muito comigo”.

A colaboradora Fernanda Silva conquistou o terceiro lugar, reunindo 286 doações. “Fiz uma ‘limpa’ no meu guarda-roupa e no da minha irmã. Até meu marido pediu no trabalho dele, disse Fernanda. “A colaboradora Gabriela Tingas também me ajudou bastante, trazendo uma sacola cheia de peças”.

Jogos Solidários em números

Nas épocas mais frias do ano, os moradores em situação de rua são os mais prejudicados e, muitas vezes, acabam correndo risco de morte por causa das baixas temperaturas. De acordo com os últimos dados da prefeitura de 2017, entre 20 e 25 mil pessoas moram nas ruas de São Paulo.

Dessa forma, qualquer contribuição é válida, ainda mais para as instituições que já contam com um esquema de trabalho e um pessoal preparado para ajudar.

Com os Jogos Solidários de Inverno do ME, os voluntários arrecadaram 1.687 roupas diversas, 446 meias, 288 cobertores, 260 agasalhos, 144 calçados, 122 unidades de óleo de cozinha e macarrão, além de 40 quilos de ração animal. Ao todo, foram 3.246 itens.

Produtos de higiene também fizeram parte dos produtos arrecadados e entre eles, absorventes, artigos que muitas vezes são esquecidos nas doações, mas são muito importantes para as mulheres. Bolsas e toalhas também estavam entre os donativos.

Sobre a entidade

A União Espírita em Busca da Paz (UEEBP), de Santo André, foi fundada em 1973 por Marli e Rubens Araújo, pais do nosso colaborador Luis Fernando Pesqueira. Nesses 45 anos, a entidade atua em diversas frentes para ajudar os necessitados.

Além do trabalho com os agasalhos, a casa mantém grupos de apoio para gestantes e de capacitação em corte e costura e outras atividades manuais para mães de baixa renda da comunidade. A distribuição de sopa é outra atividade que a UEEBP mantém com afinco ao longo dos anos.

Conheça mais ações da UEEBP no site e na página do Facebook.