Na última terça-feira (dia 16 de abril), aconteceu o Innovation Day, evento promovido pelo Inbrasc, em parceria com o Mercado Eletrônico, que acontece todos os anos e tem como objetivo promover ideias de inovação no setor de suprimentos das empresas.

O evento contou com a participação dos 35 melhores executivos brasileiros da área de compras, incluindo dois diretores do ME, Bruno Beneduzzi e Andre Kerbauy. O encontro foi a oportunidade perfeita para renovar o conhecimento, trocar experiências e se inspirar com a tecnologia de ponta, que está sendo implementada no departamento de aquisições das grandes companhias do país.

Foi um dia muito produtivo, que mostrou como as empresas estão utilizando as tecnologias 4.0 na área de compras. Após muitas discussões e trocas de ideias, ficaram alguns insights para refletirmos e prestarmos atenção daqui pra frente.

Inovações em compras no Brasil

As principais tendências que podem impulsionar a digitalização na área de compras são:

  1. Big Data – Grandes volumes de dados estruturados e não estruturados que podem ser analisados para obter insights e melhorar o poder de decisão.
  2. Inteligência Artificial – Possibilita que máquinas tenham constante aprendizado, à medida que trabalham, podendo ainda performar em tarefas como seres humanos.
  3. Computação em Nuvem – Permite a utilização de ferramentas, arquivos e aplicativos, utilizando apenas a internet e sem a necessidade de instalação.
  4. Impressão 3D – Também conhecida como fabricação aditiva, permite a criação de objetos físicos pela deposição de materiais em camadas, seguindo um modelo digital.
  5. IoT – Comunicação entre máquinas por meio da internet que permite o compartilhamento de dados e informações para a execução de tarefas.

Implementar tecnologias capazes de trazer inteligência aos processos de compras otimiza o tempo para tomadas de decisão e proporciona análises mais assertivas no mercado.

Big Data x inteligência Artificial

Os grandes dados aparecem em primeiro lugar na lista das tecnologias presentes na área de compras das empresas. Entretanto, nem todos os profissionais sabem lidar com estas informações. Ou pior: são tantas informações, que, talvez, apenas um profissional não seja capaz de aproveitar todo o potencial oferecido pela tecnologia.

Neste momento, entra a importância da inteligência artificial para esse processo. A capacidade da máquina em processar estes dados e trazer análises mais assertivas e rápidas pode ser um diferencial para o impacto do Big Data no setor de compras. Assim, o profissional apenas direcionaria o processo de acordo com o que a empresa precisa.

IoT – Análise preditiva

IoT é uma grande surpresa para a área de compras. O potencial que a Internet das Coisas proporciona vai além de processos mais rápidos ou dados para tomadas de decisão. Ele traz uma verdadeira análise preditiva da cadeia de suprimentos.

Já pensou em trabalhar em uma fábrica onde as máquinas possam prever possíveis erros, falhas ou equipamentos danificados, antes de eles causarem algum tipo de prejuízo para a empresa? Isso é a análise preditiva que a IoT pode trazer para o dia a dia das empresas.

Estas foram nossas considerações sobre o Innovation Day 2019. Se você tem mais sugestões, sobre outras tecnologias utilizadas no setor de compras das empresas, deixe seu comentário.

Aproveite e assine nossa newsletter para acompanhar todas as novidades do mercado B2B. 😊