Business Intelligence (BI) do ME é notícia de grandes veículos

O Business Intelligence (BI) representa o futuro para as empresas. Sabendo disso, o Mercado Eletrônico desenvolveu soluções baseadas nessa tecnologia para ajudar a tomada de decisão de forma estratégica e rápida na área de compras das empresas.

A combinação dessa tecnologia com outras soluções de Tecnologia da Informação (TI) permite extrair informações de sistemas de ERP e SRM, para convertê-las em dados que podem ser usados para orientar as decisões nessa área.

Uma das principais vantagens de investir em Business Intelligence (BI) é o fato de aumentar sua capacidade de analisar as tendências atuais de compra. Depois de entender o funcionamento do comportamento de compras da sua empresa, é possível usar  informações para desenvolver estratégias para, consequentemente, aumentar os lucros da empresa.

A partir do BI, o comprador consegue cruzar dados das compras de seus fornecedores a partir de métricas como sazonalidade, leadtime ou região. A tecnologia ainda oferece possibilidades infinitas, desde a gestão da equipe, comparação de resultados, convertendo em tempo real os dados da empresa em informações valiosas para a área de compras.

Geralmente, quem trabalha em departamentos de compras tem dificuldade em ordenar dados por contar com uma série de fontes, que vão desde planilhas, passando pelo banco de dados de clientes, dados na nuvem de outros sistemas.

É aí que entra o Business Intelligence, para cruzar os dados que se tornariam obsoletos sem o direcionamento certo. Com essa tecnologia, essas informações encontram um paradeiro certo, que é o de ajudar na realização de bons negócios com segurança e em conformidade com as exigências internas e externas à companhia.

Com o BI, você pode levar a força digital da sua empresa a um nível totalmente novo e alcançar um novo patamar a partir de medições, análises, relatórios corporativos, colaboração e gerenciamento de conhecimento.

Para entender mais sobre essa tecnologia que conquistou organizações do mundo inteiro, leia também a matéria “Business Intelligence: a inteligência artificial nas compras” publicada pela Exame, Agência Estado, InfoMoney e Terra.